Movimento

Bom dia, meninas

Vou falar de uma atividade muito gostosa e que eu faço há alguns anos: a corrida.

Muitas pessoas me perguntam como eu comecei a correr, o que devem fazer para começar. Como não sou treinadora (rs), pedi para o meu professor, Kleber Tercero, nos mostrar  algumas dicas. Achamos muito interessante o trabalho que um especialista em corridas faz, o Rodrigo Xavier. Ele até lançou um e-book sobre o assunto, um tipo de manual:

rodrigo

 

 

 

 

 

 

 

 

Em resumo, o Rodrigo nos ensina:

Em primeiro lugar, é preciso ter vontade, pois a atividade exige disciplina.

O mais importante: vá ao médico. Faça os exames necessários, tenha o aval de um profissional. Isso não é brincadeira. Qualquer probleminha no coração pode te trazer sérias consequências em praticar atividade física sem consultar um médico.

Tenha um professor para te orientar. Siga um plano de treino, não vai sair correndo, sem mais nem menos. Rs. É muito importante, para o seu bom desempenho, fazer uma periodização de treinamentos, com objetivos bem definidos e metas que deverão ser buscadas constantemente. Uma periodização correta começa com um treino chamado adaptação. A fase de adaptação nada mais é que um período em que você, gradativamente, acostumará seu organismo à prática de atividade física. Portanto, nesta fase, a intensidade do exercício é bem leve e sua progressão é pouco acentuada. A paciência e a perseverança são muito importantes nesta etapa.

Para iniciar uma atividade física que realmente proporcione resultado, o ideal é que, no começo, você pratique entre 2 à 3 vezes por semana, dependendo da sua disponibilidade. Independentemente se você optar por fazer treinos pela manhã (antes de ir trabalhar) ou à noite (depois do trabalho/faculdade), reserve, pelo menos uma hora por dia para realizar o treinamento.

Uma roupa confortável é fundamental, principalmente nesse calor! Para as mulheres, é necessário um top confortável e seguro. Para os homens, um shorts leve. O tênis ideal é aquele confortável e próprio para corrida. Uma dica interessante é escolher um tênis confortável pra usar no período de adaptação e quando pegar gosto pela prática, você investe em um tênis melhor. Existem tênis com amortecimento e adequados à pisada de cada pessoa. Um bom par de meias também ajuda a não formar bolhas nos pés.

Na fase inicial, o ideal é procurar treinar em terrenos que não tenham muitas irregularidades (buracos, desníveis, etc). É um período em que as articulações e músculos ainda não estão tão fortalecidos para arriscar essas variações desafiadoras.

Preocupe-se com a postura, o correto é ficar com o tronco ereto e imóvel, os bracos relaxados, pés apontados para frente e as pernas relaxadas.

Comece intercalando caminhada leve com mais rápida. Depois, caminhada com trote e, por fim, trote com corrida.

Cuidado com os erros mais comuns: correr com dores, corer em jejum, não variar os treinos, forçar para acompanhar corredores mais experientes, dentre outros.

Nota: Hidratação é essencial, não deixe de beber água antes, durante e principalmente depois do treino.

Se a sua vontade é que a corrida te ajude a emagracer, vá em frente. Consulte um profissional que te oriente sobre alimentação balanceada, NÃO ATAQUE A GELADEIRA ESCONDIDA(O) e anime-se: meu marido perdeu 18 quilos correndo! Ganhou músculos e hoje tem um corpo lindo e perfeito! Querer é poder! Basta ter determinação!

Meu teacher Kleber assina embaixo das informações! E eu, como praticante do esporte há anos, também!

Pra quem quiser saber mais sobre o trabalho do Rodrigo e até mesmo adquirir o e-book, estão aqui os contatos dele!

Rodrigo Xavier

RX Assessoria Esportiva
(19) 9 9198-9661 (Celular/Whattsapp)

 

 

 

 

 

 

 

Filha Fala

Estilo

Os brinquedos, jogos e brincadeiras devem estar presentes na rotina, para estimular capacidades como concentração, memória, e promover desenvolvimento físico, intelectual, emocional. São de fundamental importância na vida da criança. O pediatra das  minhas fihas, dr. Nelson Ezjembaum, sempre nos disse que estimular os filhos a brincar com uma variedade de opções, independentemente do sexo, favorece o desenvolvimento de habilidades importantes para a vida adulta.
Mas nem todos os pais gostam da ideia de uma filha brincando de caminhão, por exemplo. Ou de um filho brincando de casinha. Já vi pai impedir o filho de andar de bicicleta porque era rosa. Mas, para a criança, a bicicleta é apenas uma bicicleta, e tudo o que ela quer é brincar. Quem acha que é para menino ou para menina é o adulto.

Afinal, existe algum problema em menino brincar de boneca e menina de carrinho? Especialistas  são unânimes: não. Esse tipo de brincadeira, muitas vezes, faz parte do desenvolvimento normal das crianças. “Não caracteriza nada, nem determina identidade e nem orientação sexual”, me explicou o dr. Nelson Ezjembaum. Ele conta que realmente existem diferenças no desenvolvimento de certas áreas do cérebro, o que faz com que meninos sejam mais ligados à questões visuais (e utilizem  brinquedos como ferramenta para empilhar, montar) e meninas, à linguagem e afetividade (sendo mais atraídas por bonecas, por conta do rosto). E diz que a “troca de papéis” nas brincadeiras não influencia na orientação sexual das crianças e ainda ajuda a aprender a lidar com as próprias emoções.
Mesmo quando a criança brinca com um objeto socialmente identificado com o outro gênero, a inversão de papéis só existe na cabeça dos adultos. É o caso do menino que gosta de brincar de boneca porque vê o pai ou um irmão mais velho cuidando de um irmão menor.

Não contém gênero

Segundo uma matéria no site UOL, algumas famílias e escolas começam a dar um passo além: não apenas liberam brincadeiras, independentemente do gênero da criança, como também procuram eliminar sinais de diferença de gênero na educação. É o que faz a pré-escola Egalia, em um bairro de classe média de Estocolmo, na Suécia.
Lá, professores não usam os pronomes hon (ela) ou han (ele) para se referir às crianças, mas o hen, um pronome neutro inventado, mencionado pela primeira vez por linguistas nos anos 1960. Brinquedos não são divididos em categorias, meninos podem brincar de se vestir e bonecos são assexuados.
Mas que fique claro: o caso aqui é o de uma brincadeira ocasional, não de um comportamento insistente, em que a criança fica com raiva ou retraída quando é cobrada de se vestir com roupas correspondentes ao gênero anatômico. Se esse comportamento for intenso ou persistente, os pais devem procurar orientação de um psiquiatra ou psicólogo especializado em sexualidade.

 

 

 

Filha Fala

FESTA SURPRESA!!!

Oi, gente! Tudo bem?

Hoje, eu vim falar sobre uma festa surpresa que fizeram pra mim!
Bom, como vocês já sabem, minha melhor amiga se mudou para o Chile. E, para mim, ela viria m visitar dia 09/10. Pelo menos, era isso que eu achava…Hahahahahaha.
Meu aniversário é hoje, dia 05 de outubro. Na sexta feira, dia 2, cheguei da escola como qualquer outro dia. Quando entrei em casa, dei de cara com os meus melhores amigos, cantando parabéns!

vídeo parabéns surpresa

Corremos, brincamos, rimos, e chegou a hora do parabéns. Minha mãe começou a gravar e chorar!… eu… não estava entendendo nada. kkkk!
Discurso vai, discurso vem….e minha mãe disse:
“Porque melhor amigo… é uma coisa que a gente tem que guardar pra vida inteira.”
E a Adriana (minha amiga que se mudou) apareceu. Eu levei um susto tão grande que comecei a tremer!!  Mil coisas se passavam pela minha cabeça: “como assim?” “isso é verdade ou sonho?” “é ela mesmo?”… eram tantas coisas que eu nem conseguia raciocinar direito! Saí correndo e fui dar um abraço nela! Foi, sem dúvida, o melhor dia da minha vida!!!!

 

abraço
Emoção da Jujú ao abraçar a melhor amiga!

Adri chegando de surpresa! vídeo

Pra finalizar esse post, eu gostaria de agradecer: minha mãe, que pensou e elaborou tudo isso!  A Adri e a mãe dela, por terem vindo lá do Chile pra me ver!! A Ana Gregório e a Yasmin, por terem escondido tão bem a surpresa (hahahaha)!! E, é claro, o Lucas e o Tales, que sempre estiveram do meu lado!! Muito obrigada, gente! Por me fazer ter o melhor dia da minha vida!!! Eu amo vocês!!!

Beijos, gente! Até o próximo post!!