Indica

O medo de errar e parecer feia aos olhos dos outros  pode nos impedir de ousar e fazer o que realmente temos vontade, não é mesmo?
Ainda bem que hoje a liberdade feminina e a beleza natural são mais valorizadas, nos dando a liberdade de usar cores, cortar os cabelos do comprimento e com o volume que queremo, ter as sobrancelhas que mais combinam conosco.

Mas tem algumas regras que a gente insiste em manter e que NÃO SÃO MAIS SEGUIDAS! Ôba!
Vamos nos libertar? Então veja as dicas da Claudia Zanni, minha consultora de cabelo!

 

-Batom colorido e…olho também!

Se for usar batom vinho ou vermelho, é melhor combinar com sombra discreta nos olhos, certo? Errado! Hoje, as maquiagens pesadas também são bem vindas para um visual mais dramático, principalmente quando usadas durante a noite. Se você ainda se sente insegura de misturar tons fortes nos olhos e na boca, vale esfumar a sombra com delicadeza para um visual mais discreto sem perder o impacto. Mas cuidado para não parecer que vai para a festa de Halloween! kkkkk
batom vermelho e olho

 

 

-Esmalte igual no pé e na mão

Já era! Eu não faço essa combinação há uns 3 anos! Por anos, foi obrigatório usar o mesmo tom de esmalte nas unhas das mãos e dos pés. Hoje, é lindo e elegante combinar cores diferentes.

unha igual

 

 

 

-Sobrancelhas desenhadas

Nos anos 90 e 2000, virou tendência ter os fios com desenhos perfeitos nas sobrancelhas. Por muito tempo, para ter um rosto considerado bonito, era preciso ter sobrancelhas finas, preenchidas com precisão e com formato estudado. Hoje, não bem assim. A beleza natural voltou a ser valorizada e os pelos naturais ( bem aparados!)  são considerados bonitos. MAS NADA DE DESLEIXO, PELO AMOR DE DEUS!
sobrancelha desenhada
 

 

-Cabelos perfeitamente arrumados

Ter os cabelos perfeitamente escovados, super lisos , presos num belo coque e sem nenhum fio fora do lugar é sinônimo de elegância? Pode ser… mas os tempos mudaram!!!! Ôba!! Os fios bagunçados, propositalmente ou não, deixam o visual mais descontraído e mostram que a mulher tem estilo e personalidade!

capa beleza

 

 

 

 

-Mesmo tom no cabelo e na sobrancelha

Se você usa coloração no cabelo,  pinte a sobrancelha no mesmo tom, para ter um visual mais suave. Mas como nem todo mundo quer ter o rosto suavizado, a mistura de tonalidades está liberada. As sobrancelhas mais claras que os cabelos trazem um ar moderno e as mais escuras marcam bem as expressões.
sobrancelha

 

 

-Sem volume

Nos anos 2000, era moda reduzir o volume do cabelo ao máximo. Aí nasceram  os alisamentos definitivos e as escovas progressivas. Hoje, o padrão de beleza mudou e os fios já têm liberdade para serem soltos e volumosos
cabelo liso

 

 

 

-E quem disse que mulheres mais velhas têm que ter cabelos curtos?

A liberdade das mulheres cresceu! Cabelos longos são lindos e permitidos para todas as idades. Por muito tempo, quando as mulheres passavam dos 50 anos, já sentiam a pressão social de ter que alongar o comprimento das saias e encurtar os fios dos cabelos. Afff! Que bom que o tempo passou!

demie

Estilo

Aquele corte da moda não ficou legal em você? Certamente, é porque ele não combina com seu rosto!
Nesse post, a nossa consultora de cabelo, a Claudia Zanni, vai nos explicar os formatos de rostos e os cortes que caem bem:

Para rostos quadrados, o indicado é um corte com volume nas laterais, franjas irregulares e cabelos pentearosto quadradodos para trás da orelha. O formato quadrado caracteriza-se por mandíbulas largas, algumas vezes, até mesmo na proporção da face e das maçãs do rosto.
Cortes ideais: chanel com franjas laterais; curto assimétrico; cabelos médios e longos, com pontas desfiadas, para dar volume e fio reto, com a franja levemente desfiada. A franja mais indicada para esse tipo de rosto é a dividida no meio ou jogada de lado, na altura do olho ou nariz.

 

 

 

 

rosto redondo
Foto: atrevida.uol.com.br

De modo geral, o efeito de rosto mais fino é o mais desejado por pessoas que têm o rosto mais arredondado, por isso, também é indicado investir em franjas laterais longas, que contornem e caiam um pouco sobre a face, principalmente para quem prefere cortes mais curtos. Se o cabelo for longo e mais liso (ou pouco ondulado), a dica é apostar nos cortes em camadas desconectadas, mas sempre abaixo do queixo. Para cabelos cacheados ou crespos,  aposte no volume no topo da cabeça e jamais deixe a raiz rente ao couro cabeludo.

 

 

triangularOs rostos com formatos triangulares, chamados de “pêra”, combinam com cortes com volume, com pontas voltadas para cima e fios mais despenteados sobre a nuca, para estilizar. Com formato de um triângulo invertido, esse tipo de rosto tem como características a testa larga, as maçãs um pouco salientes e o queixo fino.
Cortes ideais: repicado por inteiro, com volume entre o queixo e o pescoço e as pontas voltadas para fora, franjas laterais ou com fios leves e repicados. Para os cortes com menos ponta e volume, o comprimento deve ser abaixo do ombro.

 

 

 

 

rosto ovalO formato de rosto oval é ideal para praticamente todos os tipos de corte. As medidas são equilibradas, sem apresentar ângulos marcantes.
Cortes ideais: a ousadia pode ser grande, porém, opte por deixar o rosto aparecendo, sem utilizar franjas na frente da face, ou um repicado que deixe as pontas invadirem o rosto. Cortes repicados que garantem volume são perfeitos, sejam eles curtos, médios ou compridos.

 

 

Indica

Quem gosta de cuidar dos cabelos certamente já ouviu falar e usa um leave-in. Mas cá entre nós: o que é mesmo o leave-in e qual a função dele no cabelo? Essas dúvidas são mais frequentes do que você imagina. Nossa consultora de cabelo, a Claudia Zanni, veio nos esclarecer muitas delas:

O leave-in tem o poder de selar as camadas dos fios, chamadas de escamas capilares. Um dos princípios ativos mais importantes do produto é a queratina. Ela consegue dar elasticidade ao fio e ajuda a manter o brilho.

Quando chega em contato com o cabelo,  forma uma barreira de proteção, que vai nutrir e também manter a maciez quando os fios estiverem secos. Este processo é conhecido como ação impermeabilizadora, pois forma uma espécie de filme protetor ao redor de cada fio, sem deixar os nutrientes escaparem.

Além de manter a umidade, os minerais e vitaminas naturais do cabelo, o leave-in também protege do calor da chapinha, do sal do mar, do cloro da piscina e da poluição, além de ajudar a manter a cor dos cabelos que têm tinta.

Outra dúvida frequente: qual a diferença entre o leave-in e o creme de pentear. A Claudinha explica que o creme de pentear só atua na proteção momentânea e ajuda a disciplinar o cabelo, evitando o frizz. Ele não tem a ação protetora que o leave-in tem. O creme de pentear é mais denso, por causa da quantidade de óleos que existem na sua composição e pode deixar o cabelo pesado, com aspecto de oleoso.

Eu adoro e uso há muito tempo esses três tipos de leave-in :

jonh
Esse, custa, em média, 90 reais no Brasil

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

2b
Esse, da marca alemã Schwarzkopf, eu nunca vi no Brasil. Nos EUA custa, em média, 7 dólares.
bed
Esse, da Bed Head TIGI, tem preço variando de 100 a 150 reais nas lojas de cosméticos do Brasil. Na farmácia americana CVS, custa 19 dólares.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Entenda outros tipos de finalizadores de cabelos:

Defrizante

O que é? Tipo de leave-in que facilita a escova.
Função: prolonga o efeito da chapinha e controla os fios rebeldes. Prefira os termoativados, cuja ação é potencializada pelo calor do secador.
Ideal para: todos os tipos de cabelo.
Aplicação: antes da escova, passe o equivalente a uma moeda de R$ 1 no fio.

Pomada

O que é? Semelhante à cera, só que mais cremosa. Contém menos óleo, por isso sua fixação é menor.
Função: finaliza penteados, controla o frizz e dá destaque às pontas de fios repicados.
Ideal para: cabelos curtos e médios.
Aplicação: passe no comprimento e nas pontas dos fios (secos).

Ativador de cachos

O que é? Em spray, creme ou gel, tem ativos que devolvem a elasticidade.
Função: define cachos, diminui o frizz e o volume.
Ideal para: cabelos de ondulados a afro.
Aplicação: nos fios úmidos, do comprimento às pontas. A quantidade depende do tamanho do cabelo.

Mousse

O que é? Produto na forma de espuma que modela os fios.
Função: dá corpo e volume às madeixas.
Ideal para: todos os tipos de cabelo.
Aplicação: encha a mão com o produto e passe nos fios úmidos, do comprimento às pontas. Cabelo fino? Use metade dessa quantidade na raiz – e antes da escova!

 

Cera

O que é? Espécie de creme de consistência densa que modela os fios. Há o tipo com brilho e com efeito mate (opaco).
Função: define o repicado e dá movimento aos cabelos curtos.
Ideal para: fios grossos.
Aplicação: friccione um dedo do produto nas mãos. Em seguida, passe nas pontas (secas).

 

Sérum e silicone

O que é? Tipo de óleo. O sérum é um genérico do silicone.
Função: repara as pontas temporariamente e dá brilho.
Ideal para: todos os tipos de cabelo.
Aplicação: borrife duas vezes no comprimento e nas pontas dos fios (secos). Jamais passe nos cabelos antes de fazer escova!

Spray de volume

O que é? Similar ao mousse. Mas pode deixar os fios com aspecto mais natural que o mousse.
Função: dá corpo e volume às madeixas.
Ideal para: todos os tipos de cabelo.
Aplicação: borrife três vezes no comprimento e nas pontas dos fios (ainda molhados) ou na raiz (antes de fazer escova).

 

Spray de fixação

O que é? Há dois tipos: seco e úmido.
Função: finalizar ou montar um penteado. O seco fixa os fios e só sai quando lavado. O úmido deixa-os com aspecto molhado e permite a escovação após a aplicação.
Ideal para: todos os tipos de cabelo.
Aplicação: passe-o a uma distância de 30 cm dos fios.

 

Indica

Bom dia, meninas!

Hoje é dia de avaliação dos fios capilares no Espaço Juliana Paes de Alphaville!

Funciona assim: um técnico da Kerastase utiliza um aparelho exclusivo da marca que é capaz de fazer uma avaliação profunda de como o cabelo está, permitindo a visualização do estado do fio por uma micro câmera. Assim, você tem um diagnóstico personalizado e um tratamento idem. Olha o aparelho aqui e o super Hugo Maritan fazendo a avaliação no meu cabelo:

hugohu

 

 

 

 

 

 

 

 

apa
Super ampliação dos fios do cabelo

 

Com essa análise, dá pra saber tudo, tudo mesmo que está passando com seu cabelo e couro cabeludo.

E HOJE (sexta-feira,10/09), no Espaço Juliana Paes de Alphaville, quem comprar um produto Kerastase e fizer uma escova, GANHA A AVALIAÇÃO!

 

 

 

 

 

IMG_2387
Cida Lessa, sócia proprietária do Espaço Juliana Paes de Alphaville. Fica na Alameda Araguaia, 390 – Barueri. Tels: 11 4208-7169 | 4208-7166
Indica

Boa tarde, meninas!
Na semana passada, a Claudia Zanni nos ensinou a fazer escova nos cabelos.
Hoje, vamos aprender a fazer babyliss! Aliás, fazer “baby” é muito mais fácil do que a gente imagina! A minha filha e colaboradora do blog, Giulia Neves, tem só 11 anos e faz sozinha no cabelo dela!

Ahh! E prefira, sempre, um aparelho de fazer babyliss, mesmo. Com toda a minha experiência na televisão, fazendo cabelo e maquiagem todos os dias, nunca vi cachos ou ondas ficarem bacanas com o aparelho MiraCurl, aquele que puxa a mecha e já sai em cacho. Aquilo deixa o cabelo igual o da minha amiga Maisinha, quando ela tinha uns 6 anos de idade e fazia programa infantil no SBT…rs

aparelho
Tamanho idel de aparelho para cachos naturais.

 

 

 

 

 

 

 

 

A Claudinha listou um passo-a-passo, pra ficar mais fácil.

-Primeiro, lave o cabelo sem usar muito condicionador

-Aplique um protetor térmico antes de começar a secar, ele irá amenizar os danos do secador e do babyliss em seus fios

-Caso seu cabelo não tenha muito volume, vale a pena aplicar um mousse

A secagem do cabelo é o próximo passo. A dica é levantar a raiz na hora de secar. Sem muito estresse, porque o babyliss é quem vai modelar o resto. NÃO USE BABYLISS COM OS CABELOS MOLHADOS, QUEIMA E QUEBRA!

-Depois de secar o cabelo por completo, chegou a hora de fazer o babyliss. O primeiro passo é separar o cabelo em mechas

-Deixe o babyliss em uma temperatura média, isso ajuda a não danificar tanto os fios e, ao mesmo tempo, é ideal para modelar

-Comece a fazer o babyliss da parte de trás da cabeça

-Separe uma mecha do tamanho de um dedo e enrole o cabelo da ponta até a raiz, deixando uns cinco centímetros de sobra do couro cabeludo. Caso você queira fazer ondas e não cachos, não enrole a ponta

-Mantenha o cabelo no babyliss durante uns 10 a 15 segundos, o tempo varia conforme o tipo e a quantidade de cabelo. Ao soltar, segure o cacho enrolado até que o cabelo esfrie. Se quiser que o cacho dure mais, prenda, com um grampo e só solte ao finalizar os cachos em todo o cabelo

-Repita o procedimento em cada uma das mechas e, para deixar o cabelo com mais movimento, alterne o sentido, fazendo um cacho para o lado direito e outro para o esquerdo.

Ao finalizar o processo, solte os cachos dos grampos e arrume-os do jeito que desejar. Como último passo, utilize um spray de fixação para que os cachos durem muito tempo.

Achei no youtube um vídeo muito prático da linda Grazi Massafera, no canal GNT. Aliás, eu ADORO esse canal do youtube! Olha só como é fácil fazer babyliss!

Grazi Massafera ensina a fazer babyliss

 

 

Indica

Bom dia, meninas! Não é todo dia que a gente tem uma Claudinha pra arrumar o cabelo, né!

Para não passar sufoco, a Clau me listou o ” passo a passo” para fazer uma bela escova em casa! Ôba!

Lavando…

Use shampoo neutro para não deixar os fios pesados. Evite qualquer um com poder hidratante, porque aumenta a oleosidade e faz com que a escova dure menos tempo. Condicione as pontas normalmente. Se for um cabelo mais seco, use sem medo um produto termoativo. Já as com fios oleosos devem usar menos quantidade ou trocar por um antifrizz.

Secando…

Agora, é hora de ir para o secador. Atenção, meninas de cabelos crespos: iniciem a escovação com os cabelos bem molhados, para que eles possam ser alisados. Contudo, quem tem os fios mais ondulados, mas que não precisam muito de alisamento, deve secar os cabelos normalmente até que fiquem apenas um pouco úmidos. Esse é o ponto para começar a escovar.

Modelando…

Divida os cabelos de modo que inicie a modelagem pela nuca, deixando a franja por último.

ChrisCalumberan

Nunca deixe o bico em contato direto com a escova e os cabelos, para não queimar. Mantenha uma distância segura.
Para fazer sozinha, utilize o bico do secador virado para você, mantendo ele sempre na vertical. Esse cuidado economiza nas manobras com as mãos.

Se você puder, use duas escovas: uma para a raiz (com cerdas naturais) e outra para o comprimento (térmica, de metal, com furinhos).

A escova térmica apenas modela, não alisa. Por isso, cabelos crespos não necessitam dessa troca de escovas. Use somente a de cerdas naturais.

Comece passando a escova e jogando o ar quente na raiz. Dê atenção especial a essa região, pois fará diferença na hora da finalização. Quando estiver bem alisado, siga modelando o comprimento. O truque aqui é o choque térmico. Deixe o cabelo no ar quente enquanto escova, mas espere esfriar antes de tirar a escova dos fios.

As pontas podem ser viradas para dentro ou para fora, tudo vai depender do resultado que deseja para o seu corte. Quanto mais inclinado para fora, mais liso.

Por fim, é hora da franja, que é o que dá a diferença no visual. O truque é sempre alisá-la com movimentos para a frente do rosto. Desse jeito, quando jogados para trás, os fios cairão de maneira natural.