Aventura

Once upon a time…um bebê na Disney!

Há quem diga que é bobagem levar crianças muito pequenas para a terra da magia, pois eles não se lembrarão da viagem, não entenderão nada. O bebê não vai lembrar de nada, isso é verdade. Talvez não reconheça o Mickey ( digo TALVEZ porque eu mostrava tanta coisa da Disney para minhas filhas quando bebês que elas amavam ver o Mickey e afins…)
Por outro lado, se você mantiver uma expectativa realista, verá que é muito divertido enxergar a Disney através dos olhos de um nenê.
Eu sempre levei minhas filhas pra lá, desde 1 ano de idade.
 
Em todos os parques da Disney, existe um Baby Care Center. Esses espaços são o sonho de toda mãe. Pode fazer 30ºC no sol, mas lá dentro a temperatura é sempre tranquila. E lá ainda tem cozinha, aquecedor de mamadeira, cadeirão para refeições, trocadores, área de amamentação, sala com sofás e televisão, banheiros, bercinhos para sonecas e várias facilidades para cuidar do bebê. Sabe aqueles espaços ótimos que os grandes shoppings centers do Brasil oferecem? Então, os da Disney são ainda melhores!
As mamães costumam relatar que na Disney a amamentação no peito é bem aceita e é muito tranquilo amamentar em público.
Ahh! Se você esquecer alguma coisa, há sempre uma lojinha com fraldas, roupinhas, lenços umedecidos e sucos. E não tem custo para usar, você só paga o que quiser comprar ali dentro.
 E lembre-se: todos os banheiros do complexo têm trocadores, inclusive os masculinos e os família.
Quando for arrumar a ” malinha” do nenê, não exagere. Pense apenas no que realmente vai precisar.
O ritmo de viagem com bebês precisa ser mais leve, caso contrário, todos ficarão cansados demais para curtir bons momentos. Visitar dois parques no mesmo dia já é cansativo para dois adultos sozinhos, imagine para uma família inteira, que ainda carrega carrinho, papinhas, fraldas, chupetas e tudo mais. Dê tempo ao tempo e curta bons momentos tranquilos nos parques, com bastante pausas para amamentação, sonecas ou apenas para beber água e descansar. Seu bebê vai agradecer. E você,  muito mais!
dis

Com muita música e personagens coloridos, as paradas e desfiles são muito animadas e costumam agradar os pequeninos. Para conseguir pegar um bom lugar e ver tudo bem de pertinho, é necessário chegar cedo. Então, aproveite essa paradinha para descansar um pouco!

Viajar com bebês significa diminuir um pouco o ritmo habitual das férias, pois eles exigem um cuidado maior. Para você não ficar muito cansada e estressada, programe uma viagem mais longa com dias de descanso intercalados.

Quando a família está com uma criança pequena e os pais querem ir em algum brinquedo com restrições de altura, não é preciso  enfrentar a fila duas vezes.

Basta chegar na entrada da atração e avisar o operador que você quer fazer o “Child Swap”. Assim,  um dos adultos vai no brinquedo enquanto o outro fica com a criança em uma área reservada. Quando o primeiro adulto voltar, o segundo pode ir, sem enfrentar fila. Em algumas atrações, você  recebe um ingresso de “Child Swap”.

Já fiz Child Swap muitas, muitas vezes!
A escolha do hotel também é importante. Tábua , ferro de passar, secador de cabelo e cafeteira todos têm. Opte por um quarto que tenha, também, um frigobar e um microondas. Assim, você poderá guardar leite, água mineral, sucos, frutas e o que mais quiser! E ainda fazer uma mamadeira quentinha!
Não sou contra chamar uma babá, se realmente precisar. Mas a Disney é um destino tão familiar, tão mágico para a interação de pais com filhos, que acho falta de bom senso esse tipo de profissional nessa situação.
O áudio está ruim, mas vou terminar com o vídeo da primeira vez que minha filha mais nova, a Mabê, viu a Minnie!

4 comments

Junte-se à discussão

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *