Estilo

Não permaneça em uma relação tóxica. Faz mal para você!

Namorar, ficar, sair, casar. Ter alguém é sempre muito bom, não é mesmo? Mas ter alguém apenas por “ter alguém” não faz bem. Pelo contrário.
Algumas pessoas vivem “relacionamentos tóxicos”, infelizmente. Acabam se relacionando  com quem lhe faz mais mal do que bem. Mas nunca é só mal, por isso existe a relação. Esse tipo de comportamento não é o mais comum e nem deve ser incentivado, mas acontece. Atenção para as principais características dos “relacionamentos tóxicos” :
  • Não prestar atenção ao contrato e regras criadas na relação
  • Causar mal estar ao próximo(a)
  • Desvalorizar o(a) parceiro(a)
  • Não respeitar as necessidades do(a) outro(a)
  • Ações egoístas e impensadas
  • Atitudes grosseiras e mesquinhas.
  • Existem pessoas que têm tendência a buscar relacionamentos tóxicos, justamente pelo perfil psicológico. E permitem que outras as desvalorizem por:
    • Baixa autoestima
    • Dificuldade de saber dizer não
    • Dificuldade de se impor
    • Dificuldade de respeitar os próprios limites e acabar sempre
    • ou na maioria das vezes cedendo à vontade do outro
    • Submissão.

    Atenção para 5 pistas letais:

    1- Tudo gira em torno dele e nunca de você. Vocês são incapazes de ter um diálogo, onde a sua opinião seria ouvida, considerada e respeitada. Claro que você tem sentimentos também, mas seu parceiro não vai ouvi-los. Em vez de reconhecer seus sentimentos, ele discute com você até que tenha a última palavra. Parceiro tóxico raramente, ou quase nunca, pergunta sobre você e suas conversas são unilaterais.

    2- Você se sente como se não pudesse fazer nada direito. Seu par zomba da sua personalidade e você se sente envergonhada a maior parte do tempo. Constantemente a coloca para baixo, como se você não fosse boa o suficiente. Você só vai se sentir perdoada quando assumir os traços da pessoa que te condena ou julga. Menosprezo faz você se sentir menor e tira todo seu poder e força interior, cuidado.

    3- Você se acha incapaz de desfrutar de bons momentos com essa pessoa. A tentativa de controlar como você se comporta é uma tentativa de controlar a sua felicidade. Além disso, um companheiro negativo vai tentar mantê-la no mesmo estado que ele: infeliz e miserável, embora provavelmente nunca vá admitir isso. Cada dia é um desafio, e parece que ele está sempre levantando questões que levam às discussões.

    4- Você sente como se não estivesse autorizada a crescer e mudar. Não há incentivo ou apoio para seus esforços. Em vez disso, ele insiste que você nunca vai ser diferente de como está agora. Sempre que você aponta em direção para crescer e melhorar a si mesma, o companheiro responde com zombaria e descrença.

    5- Você se sente desconfortável em ser você mesma com seu parceiro. Você sente como se tivesse que vestir uma máscara apenas para ser aceita por ele. Você percebe que nem sequer se reconhece mais, e nem seus amigos mais próximos e familiares. Você não se sente livre para falar o que pensa.

    Infelizmente, a melhor forma de resolver a situação é se afastar desse tipo de pessoa agressiva e manipuladora . Mas esse não é o único caminho. Existem outras maneiras de lidar e que podem melhorar sua autoestima:

    • Aprender a se impor
    • Saber o que se quer
    • Dar valor a si próprio
    • Respeitar a si mesmo e ao próximo
    • Gostar de si próprio e de quem gosta de você.

    Junte-se à discussão

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *