Movimento

Linda por fora

Casei nova, por amor. Tive minha primeira filha com 25 anos. A segunda, quatro anos e meio depois. E quando a gente “vira” mãe (sim, a gente “vira”, porque tudo se transforma de um dia para o outro) a gente tem que se descabelar para dar conta de tudo. Além da vida de dona de casa: jantar pronto, na hora certa…intermináveis idas ao supermercado …funcionária  ( quando a gente dá sorte de arranjar uma que é boa! Quem nunca?) andando atrás da gente pra saber como tira a mancha da roupa…(oi? ), enfim… ser mãe, dona de casa, profissional, “psicóloga” dos filhos, “ouvidos” para o marido, esposa, namorar de vez em sempre ( ou de vez em quando, para a lamúria dos esposos…mas a gente é de carne e osso e, até onde eu saiba, a She-Ra só existia naquele desenho que passava na Globo, ela era irmã do He-man… nossa! Como eu queria ser a She-Ra! Linda, magra, eternamente jovem e ainda cheia de poderes?!!)
Ser a She-Ra, já me conformei que é impossível. Mas, com determinação, dá para chegar perto! ( mas sem poderes! Se alguém souber como ter poderes, me fala jáaaaaaaaaaa!)

image1

Eu sempre fui uma criança hiperativa. Daquelas que andava de bicicleta de menino na rua, na terra… jogava futebol, andava a cavalo, subia em árvore. Fiz ballet e jazz também (não era tão moleque assim, vai…) mas até uns 10 anos de idade, parecia mesmo um menino. Nem o cabelo eu penteava direito. Minha avó materna morava conosco e morria de vergonha de me ver “naquele estado”. Minha mãe, minha eterna melhor amiga e que hoje mora lá no céu, não ligava. Dizia para eu aproveitar minha infância e que o dia de ser vaidosa chegaria. Palavra de mãe sempre dá certo, né?! Às vezes eu sonho com ela. Ela me diz para nunca desistir dos meu sonhos. É por isso que não me acomodo nunca!!
Bom, o dia realmente chegou.
Falei tudo isso pra dizer que, quanto mais cedo a gente começa a se dedicar por uma atividade física, mais chances a gente tem de ter um corpo bacana depois dos 35 anos. Mas as atividades têm que ser constantes!! Não dá pra malhar pesado uma ou duas vezes na semana e, nos outros dias, se encher de cerveja e petiscos! Apesar que, uma vez por semana, eu chuto o balde. Não bebo álcool, não gosto. Bebo apenas vinho tinto, mas pouco. Mas amo pizza, macarronada, lazanha, bolo de qualquer coisa, pavê, sorvete….e como, mesmo!
Vou contar aqui que dá para malhar, ser saudável e ser feliz! Kkkkkk. Que dá para não passar fome e nem vontade de comer as coisas e ter um corpo bacana! Vou dar as dicas do meu professor pra vocês, o Kleber, esse aí da foto! Ele é bravo ( vai me matar quando ler), mas faz dar resultado!

kleberrrrrr

Ainda essa semana, vou falar de agachamento. O que há de mais moderno para definir o bumbum! Êba!

Beijos!

One comment

Junte-se à discussão

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *