Indica

Afta: pode ser sinal de baixa imunidade

As aftas são lesões dolorosas- muito dolorosas!- que aparecem  na língua, no interior dos lábios e bochechas, palato e garganta. Não são causadas por fungos, bactérias ou outros microrganismos. As aftas às vezes são pequenas mas, para nosso desespero, podem ser tão grandes que fica difícil- por causa da dor- até beber água…

As aftas não possuem caráter infeccioso, portanto, não são transmitidas de uma pessoa a outra. Apresenta incidência de cerca de 20-50% na população mundial e se agravam na fase adulta. A duração é de cerca de 1 a 2 semanas, sumindo espontaneamente.

Mas porque essas “bolinhas” desagradáveis aparecem?

Trauma local: uma mordidinha ou beliscão, recorrente durante a mastigação, por exemplo, pode virar uma feridinha incômoda;

Deficiência nutricional: o corpo funciona em conjunto, por isso, uma alimentação desregrada pode alterar o ph da boca e, consequentemente, facilitar o aparecimento das lesões

Baixa imunidade: quando a defesa do organismo fica baixa, bactérias e fungos conseguem se proliferar com mais facilidade. Com isso, a ferida pode se tornar mais comum;

Idade: com a idade, além das mordidinhas poderem ser mais recorrentes, o corpo também passa por alterações que podem desencadear o problema;

Utilização de determinados medicamentos: determinada composições químicas podem alterar o funcionamento do corpo e gerar as úlceras bucais;

Histórico familiar: o problema também pode estar relacionado à hereditariedade. Por isso, o histórico familiar também pode contribuir;

Estresse: a liberação do hormônio do estresse causa alterações no funcionamento de todo o corpo e com a região mucosa da boca não seria diferente;

Cigarro: além de prejudicar o sistema respiratório, o fumo também altera o ph e, consequentemente, o equilíbrio da boca, gerando feridas. Em tempo: nos dias de hoje, fumar é BREGA, além de deixar o fumante com “bafo de tigre louco”( li uma vez essa expressão e achei perfeita) e fedido por inteiro… nheca…

Tratamento caseiro para afta

  • Cuidados com a alimentação: adotar uma alimentação saudável e equilibrada é essencial para a rápida recuperação;
  • Higienização da boca: deixar a região sempre higienizada e livre de bactérias e fungos noviços também é importante para acelerar o processo de cicatrização;
  • Substituições alimentares: quando as feridas estiverem ativas, ou seja, doendo, o ideal é evitar alimentos ácidos, condimentados e quentes, pois eles tendem a irritar ainda mais a região;
  • Usar gelo: o gelado também atua no combate da dor. Por isso, outra recomendação é deixar pequenos pedações de gelo derretendo dentro da boca.
  • Fazer bochecho com antisséptio bucal
  • Se você for muito corajosa (o), colocar sal na ferida. Acredite: resolve!

Os medicamentos para o tratamento das aftas normalmente encontram-se na forma de géis, enxaguantes bucais, pastilhas, cremes e pastas. Podem ser usados bicarbonato de sódio, pomadas apropriadas, bochechos com antiinflamatórios, corticóides, dentre outros. Um consumo adequado ou até suplementar de vitamina C e complexo B pode dimunuir a frequência das lesões.

4 comments

Junte-se à discussão

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *